Skip to main content
CISTI'2020 - 15th Iberian Conference on Information Systems and Technologies

Full Program »

Innovation capacity vs. internationalization capacity Case of Colombian manufacturing SMEs of the Atlantic department

Apesar dos esforços do governo colombiano para promover exportações não tradicionais, os efeitos das medidas ainda não representam incremento expressivo.No mesmo sentido, o acesso das pequenas e médias empresas (PMEs) – que são predominantes no país - aos mercados internacionais é pouco significativo. Estudos anteriores sugerem que existe uma relação direta entre o grau de inovação e o grau de internacionalização das organizações. Neste cenário, o presente artigo tem como objetivo analisar esta relação a partir do estudo de campo realizado em 224 pequenas e médias empresas de manufatura situadas na região do Atlântico, na Colômbia. Os resultados mostram que a estruturação e participação em programas de pesquisa e desenvolvimento, o acesso à tecnologia da informação e a existência de processos e produtos padronizados na organização são elementos que potencialmente aumentam a competitividade e favorecem o acesso aos mercados internacionais. Desta forma, a adoção de políticas de promoção à exportação das PMEs que se concentrem no estímulo à inovação pode contribuir para o crescimento das exportações de produtos não tradicionais por organizações destes portes. Palavr

Eduardo José Salazar Araujo
Universidad Simón Bolívar
Colombia

Danielle Pozzo
Universidad de la Costa - CUC
Colombia

Ana Maria Cazallo Antunez
Universidad de Jaen
Spain

Magda Andrea Monzalve Pelaez
Universidad Simón Bolívar
Colombia

 


Powered by OpenConf®
Copyright ©2002-2018 Zakon Group LLC