Skip to main content
CISTI'2020 - 15th Iberian Conference on Information Systems and Technologies

Full Program »

Aprendizagem ao Longo da Vida e a Infoinclusão Perspetivas da população envelhecida da região raiana de Portugal

A aprendizagem ao longo da vida constitui uma preocupação dos vários Estados no sentido de conseguir que os seus cidadãos possam corresponder aos desafios de uma sociedade digital cada vez mais exigente. Estas exigências implicam que neste processo os cidadãos adquiram uma literacia digital que lhes permitam estarem infoincluídos. Contudo, todos os dados referem que os cidadãos mais idosos são aqueles que apresentam os maiores níveis de infoexclusão. Este artigo tem como objetivo apresentar os principais resultados e conclusões de uma investigação do projeto PerSoParAge - Recursos pessoais e sociais para a autonomia e participação social numa sociedade envelhecida. Foram envolvidos nesta investigação cidadãos entre os 55 e os 64 anos dos distritos de Castelo Branco, Guarda e Portalegre, a fim de se investigar a sua relação com as Tecnologias de Informação e Comunicação e a aprendizagem ao longo da vida. Foi possível averiguar-se que as Tecnologias de Informação e Comunicação podem promover uma mais adequada inclusão social desta população envelhecida ao lhes conferir um maior empoderamento que, conjuntamente com a também promoção da aprendizagem ao longo da vida, lhes proporcione um mais adequado processo de envelhecimento na sociedade digital.

Henrique Gil
Age.Comm - Instituto Politécnico de Castelo Branco
Portugal

Raquel Patrício
Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança
Portugal

 


Powered by OpenConf®
Copyright ©2002-2018 Zakon Group LLC