Skip to main content
CISTI'2020 - 15th Iberian Conference on Information Systems and Technologies

Full Program »

Conceção de Modelo e Aplicação de Avaliação de Práticas Ágeis

A orientação à criação de maior valor percecionado e da proximidade com os seus clientes e mercados, tem conduzido as organizações a tornarem-se cada vez mais ágeis nas suas estruturas e processos de negócio, identificando áreas de ineficiência e de pouca eficácia em termos de criação de valor junto dos seus clientes (internos/externos) e mercados. O artigo tem por objetivo a apresentar um modelo de avaliação (de maturidade), no domínio das práticas ágeis, desde o contexto do indivíduo, das equipas de desenvolvimento à organização na gestão dos seus produtos, gestão de projetos/programas da respetiva cadeia de valor, onde os valores e princípios ágeis, são os eixos orientadores ao longo do modelo associado à tese de doutoramento e respetiva aplicação. A metodologia subjacente ao desenvolvimento deste trabalho, assentou na revisão sistemática da literatura e análise de referenciais e frameworks no domínio da temática. O Modelo desenvolvido constituirá valor acrescentado dado que atualmente não existe um modelo multidimensional (níveis de capacidade e de maturidade versus a ótica das dimensões orientadas ao indivíduo, às equipas, aos produtos, projetos/programas e clientes), num contexto que ajude as organizações a identificarem o seu “status quo” e a promoverem a implementação de práticas ágeis.

Isabel Maria G Ferreira Coelho
Faculdade de Ciência e Tecnologia Universidade do Algarve
Portugal

Paula Ventura
Faculdade de Ciência e Tecnologia Universidade do Algarve
Portugal

Leonilde Reis
Escola Superior de Ciências Empresariais Instituto Politécnico de Setúbal
Portugal

 


Powered by OpenConf®
Copyright ©2002-2018 Zakon Group LLC